19 maio 2016

A garota que você deixou para trás

-foto reprodução google-


Nunca quis acreditar que as pessoas mudam. - mas já quis muda-las por mim.- E assim provavelmente vai nascer mais um texto escrito num desses dias cinzas onde tudo não passa de uma bagunça. Parei pra observar como estamos sempre em busca da perfeição e esquecemos que, não somos perfeitos! E nem iremos ser.
Somos programados pra cair. Pra chorar. Pra magoar, mesmo que não seja a intenção. E olha só, tenho 18 anos nas costas e hoje eu não realizei um terço do que jurei que faria quando chegasse nessa idade.
Eu cresci e fui me afastando de quem eu era. Conversando com uma amiga, pensei em como eu me sentiria se encontrasse aquela menina de 13 anos atrás. E não consegui não chorar.
    -Provavelmente, destruí 3, 4 sonhos dela. Contei pra ela que papai noel nunca existiu e que, príncipes encantados também não. Que as pessoas vão fingir que nos amam porque no fundo todos querem alguma coisa. E ainda bem, poucas pessoas vão nos amar por puro amor mesmo. Que ela não se tornaria bailarina, princesa ou fada de um desses castelos que encontramos sem querer, na nossa imaginação. Que ela ia confiar em quase ninguém e que as pessoas que ela mais amava, iam decepciona-la. Que ela ia se apaixonar por um babaquinha que quebraria o coração dela em mil pedacinhos e que outro babaca ia aparecer e fazer o mesmo. Que ela ia passar uma imagem de forte. Segura. E que vai desejar nunca sair da cama. Que vai crescer e a cada ano carregar um peso nas costas cada vez maior. Que as crises de choro irão se tornar frequentes e que essa dor, por mais que tente, não passa. Que caralho, ela vai segurar o choro muitas vezes e isso vai doer mil vezes mais. Mas que vai acabar chorando até se uma coisa boba acontecer. Que o ponteiro de escape dela vai ser escrever e que ter 18 anos não é tão bom assim.-
    Cheguei a conclusão de que a garota que eu deixei pra trás, não ia desejar se tornar quem se tornou.

5 comentários:

  1. Caralho, você contou a história da minha vida, serio mesmo. Eu sempre digo que a pior coisa foi crescer, não sabia que ser adulto era tão decepcionante assim. Eu praticamente infernizei a Joicy de 13 anos atras, tenho certeza que se ela souber as merdas que já fiz na vida ela não deixaria eu ir embora para a fase adulta. Foram tantos babacas, foram tantas amiguinhas, foram tantos choros, pedidos de socorro é mesmo hoje com 24 anos, não sei por onde começar. Planejar de mais ta começando ser frustrante, porque as coisas não acontecem da forma que a gente vê. Também cheguei a conclusão que a pior coisa que eu fiz foi desejar ser adulta.

    Cara, amei seu texto, acho que escrevi uma continuação pra ele com meu comentário, mas tipo, esse texto fala muito sobre mim. Adorei mesmo. Beijos <3

    http://joicyrecco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também foi a pior coisa que fiz. Aí que comentário mais amorzinho! Obrigada pelo comentário enorme! Amo coments assim <3
      Seja bem vinda e volte sempre! <3

      Excluir
  2. Até parece que a gente se conhece! Tenho 25 primaveras, verões, outonos, na verdade mais para 25 invernos e agora estou pensando em como vou seguir! Sou casada, com duas faculdades não acabadas, sonhado com a terceira e pensando se eu vou conseguir. Me sinto um lixo por ver que muitas coisas com que sonhei deixei de lado e não fiz o que precisava fazer para conquistá-los. Me sinto egoísta demais, tenho uma vida que sei que muitos gostariam de vive-lá, e acabo me sentindo pior ainda. As vezes penso que a vida não tem sentindo algum. É só acordar de má vontade, ir trabalhar, voltar do trabalho arrumar a casa comer alguma coisa e dormir e a vida fica nesse looping gigante em que não tem fim. Não sei lidar, tem dias bons e os ruins, as vezes mais ruins, será que isso é a vida?
    Amei o texto, semti como se você fosse uma amiga que entende o que eu passo hehehe. Desculpa pelo desabafo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tão lindo ver alguém contar a vida simplesmente pq se viu no texto que escrevi. <3
      Sei exatamente o que é sentir tudo isso. Força lindona! Volte sempre! E sou amiga das minhas leitoras siiim! <3

      Excluir
  3. Pois não é que você escreveu um texto mesmo <3
    Tá, você sempre me encantando com suas palavras. Tenho quase 18 anos (que estranho dizer isso), parece que foi ontem que eu estava comemorando meus 10 anos. As vezes paro pra pensar em quem eu era e na pessoa que sou hoje, e confesso, me sinto bem melhor como sou. Aprendi a me aceitar, a gostar da minha personalidade e a não mudar por fulana-de-tal. Perdi algumas amigas com essa minha maneira de ter amor próprio, mas é só assim que a gente vai conhecendo as pessoas que realmente gostam de estar com quem somos de verdade e não quando estamos ali só pra fazer suas vontades. Também já me apaixonei por babacas, quebrei a cara algumas vezes, mas a gente vai consertando aos poucos, né? A gente vai aprendendo a ser mais forte e a resistir quando a maior vontade é desistir. E por fim, hoje percebi que a garota que eu deixei para trás não me fazia sorrir. Beijos ♥

    www.quetransborde.com.br

    ResponderExcluir

Oi!♥
Comente sempre! Seja um membro ativo!
Amo responder comentários!