26 outubro 2015

Um texto qualquer

foto tumblr.



Ele não sabe mais nada sobre mim. Afirmo talvez, que sequer se lembre de mim, caso a gente se esbarre num lugar qualquer.
Não sabe que o aperto no peito diminuiu com o tempo. Que os meus olhos não são mais tão melancólicos. Que meu cabelo cresceu. Que fiquei ruiva. Que passei a gostar de ver através de duas lentes de vidro. Que me apaixonei por batons escuros. Que me apaixonei.

Ele não sabe quantos livros já li. Muito menos, qual meu favorito. Não sabe dos meus assuntos novos. Dos meus sonhos novos.

Não sabe quantos amigos foram embora- e muito menos, que eu os deixei ir-. Não sabe do meu amor por fotografia, por escrever e por delineado gatinho. Ele não sabe que não sinto saudade faz tempo e que sequer pensei nele com saudade, estes meses. E nem lembro quando foi a última vez que senti.

Não sabe que já não sobrecarrego meu coração. E nem minha cabeça. Não sabe que pretendo cursar psicologia um dia e que ganhei uma totó. Não sabe que ele não tem importância. Que nunca mais perdi meu precioso tempo vasculhando sua linha do tempo. Não sabe que aprendi a não me importar com o que os outros pensam.


Não sabe, principalmente, que eu tô feliz. Que me apaixonei finalmente. Que ele quis dançar comigo. Que me faz sentir borboletas no estômago toda vez que estamos juntos. Que gosta do meu perfume e da minha paixão por batons escuros, -e diferentes-. Que eu sinto uma energia gostosa quando ele simplesmente, entrelaça os dedos dele, aos meus. Que a forma que ele me olha fixamente e depois sorri, me faz querer aquela sensação pra sempre. Que ele fica incrivelmente fofo quando pergunta "você tá bem?" e olha nos meus olhos. Que ele me acalma.


  Ouvi dizer que você coleciona corações partidos na tua lista de conquistas. Que passa imagem de seguro. Que estufa o peito e mantém a cabeça erguida, como se nada sentisse. Você mente pro mundo o que não consegue mentir pra si mesmo: que é infeliz. Que é sozinho e que vai ser sempre sozinho. Que as pessoas aos poucos vão te deixando. Que não importa quantas você tenha, a solidão vai estar sempre ali. De todas as coisas que eu poderia sentir por você, ai vai a única: pena. Você pode até colecionar corações partidos mas de uma coisa tenho plena certeza:
  
                   Quem saiu perdendo, meu querido, nunca foi eu.

2 comentários:

  1. CAAAAAAAARA! pera vou comentar como uma pessoa madura hahaha
    Eu tava com tantas saudades dos seus textos <3 (ps Senti que isso foi muito pessoal haha e tô muiito orgulhosa das suas conquistas ok? tô acompanhando - de longe - toda a sua felicidade e desejo do fundo do meu coração que ela só aumente). Agora voltando ao texto, eu tô sem palavras e completamente encantada com cada verso. "Quem saiu perdendo, meu querido, nunca foi eu." Esse final foi LACRADOR! E de verdade, hoje felizmente posso partilhar das mesmas palavras que você, menos estar apaixonada, no momento meio que tô me impossibilitando disso, sim sou medrosa, mas só por que me feri demais. Só tenho a dizer meus parabéns por toda essa maturidade, coragem e determinação que você adquiriu e é claro desejar muitas e muitas felicidades nessa sua nova fase! Beijos ♥ (Quero ver textinhos apaixonados agora hein haha)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraaaaaaaaaa! Quer me fazer chorar garota? VOCÊ é muito muito muito fofa! <3
      Muito obrigada sua linda! E não vou deixar de escrever! Prometo! Escrever é libertador rs
      Sobre ser medrosa, olha, eu sou mais que voce. Acredite! Eu nunca arriscaria nada na minha vida. Sou aquele tipo que pensa na dor, antes da queda. Cara, eu não "vivia" sabe? Dai ele apareceu e mudou tudo. Hoje vejo que a gente sempre vai se ferir. Mas ter lembranças e momentos incríveis pra contar, é o que nos mantém vivo. Novamente, muito obrigada! Vai ter sim! Muitos! haha ♥

      Excluir

Oi!♥
Comente sempre! Seja um membro ativo!
Amo responder comentários!