15 maio 2015

Tudo que você deve saber...


Você reclamou que eu escrevo muito. Mas nunca sobre o futuro, ou o que sinto. Acho que lhe devo esse texto, então, desculpa o que você não conseguir entender.

Gostaria de começar lhe dizendo que eu sinto. E sinto muito. Só que não gosto de mostrar -pra ninguém-, essa minha parte frágil. Entende?

Gosto de ser essa garota que todo mundo olha e pensa " zorra! Ela é tão segura!!!". 
Quer saber? Eu não sou isso tudo não. Sinto dor, -e muita-. Choro, -e muito-, quando perco alguém que julguei importante na minha vida e o pior: não faço questão que voltem.

Só que tem um pequeno problema:
Eu não consigo ser menos orgulhosa. Muito menos fazer a linha "carente". Esse não é meu forte.

Você conhece cada pequeno detalhe sobre mim. A cor dos meus olhos. Meu batom favorito. Se prefiro vestido ou short. 

Você consegue me fazer rir cara, quando sequer tenho vontade. Você sabe quando algo esta me magoando e vem com aquela tua -só tua- forma de falar: 
- O que houve minha baixinha?

É que. Eu não sei. É muito pra mim. Você é muito pra mim. Não vê? Se a minha forma normal de falar te afetou, imagina você suportar 365 dias comigo? Você cansaria.

Eu sempre gostei de ficar sozinha. Eu, meu fone, meu inseparável celular e meus pensamentos.
A verdade é que eu não estou preparada pra te magoar. Eu te amo muito pra fazer isso. Não vê?

Eu canso rápido de qualquer "joguinho amoroso". Eu não quero cansar de você. Eu não quero te fazer se prender a mim e um dia eu soltar sua mão. Sem mais nem menos. Mudar a direção.
Porque só eu sei, o quanto isso dói.

O problema, meu amor, sou eu.

2 comentários:

  1. Porque voce não escreve um livro garota ?
    Amei mto seus textos!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aaaaaaaaawn! Obrigada! Vou aprofundar a ideia! rs

      Excluir

Oi!♥
Comente sempre! Seja um membro ativo!
Amo responder comentários!