06 dezembro 2014

Quem eu sou?


  

Esses dias, li uma matéria que falava sobre quem somos. Aquilo ficou na minha cabeça por dias e acabou se transformando num texto.
Caminhando pela beira do mar e ouvindo a minha musica preferida, pensei "quem eu sou?"
Eu tentei de varias maneiras me definir e a unica coisa que me vinha na cabeça era o que eu sinto.
-parece complicado não é?- Vou descomplicar.
Eu sou aquela garota sentada no fundo da sala de aula.
Eu sou aquela garota que prefere ficar deitada em seu quarto, a ficar na sala com as pessoas da família. Eu sou aquela garota que não vê graça em sair todo fim de semana e em ouvir um "ficar em casa sozinha é sinônimo de que você ainda gosta dele".
Não. Não é. Eu só não vejo graça em pegar 5 numa noite ou em ouvir coisas estupidas como "eai gatinha, rola?" em uma festa. As pessoas andam se perdendo cada vez mais.
Sinceramente? Sinto nojo de ver como a vida tá e a resposta ser sempre" Eu mudei porque ele me fez sofrer". Sinceramente?
Ninguém muda por ninguém. Como você não muda um cara galinha, ele não muda seu jeito. Se você ama rosa, ninguém te fará gostar de preto.
O que quero dizer é, um cara babaca não vai mudar sua vida. A vida é tua e você faz o que quiser com ela.
Eu sempre fui calada. Na minha. De poucos amigos. De poucos sorrisos.
 Uma vez, ouvi um "você é muito fechada! Por que não muda? Olha tal pessoa, ela tem muitos amigos!" e fiquei pensando nisto por dias. Que burrice.
Eu amo ser desse jeito que sou. De poucos amigos, de poucos sorrisos. Sou desconfiada com tudo -ou quase tudo- e sempre acho que alguém vai chegar na minha vida, pra me fazer feliz e depois ir embora. Sentimental demais? Pode ser que sim.
Mas, ninguém quer insistir muito naquela garotinha calada que só fala se falarem com ela.
As vezes eu vejo aquelas garotas estilo patricinha rodeadas de amigos e penso" eu poderia ser assim.." e novamente eu retorno a minha sanidade mental.
Eu sou essa garota calada, de poucos amigos e sorrisos que detesta ficar em lugares barulhentos e com muitas pessoas. Sou essa garota que não vê graça em pessoas cheias por fora e vazias por dentro.
E depois de muito pensar, vi que eu sou um mundo de interrogações. E essas interrogações, medos, sentimentos e lembranças são meus. E eles formam quem eu sou.

2 comentários:

  1. Gostei da sua definição, acho que vc tem razão sobre as interrogações que mostram quem realmente vc é ou eu sou,rs.
    Beijos Allice

    http://titulos-provisorios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oi!♥
Comente sempre! Seja um membro ativo!
Amo responder comentários!