25 dezembro 2014

Eu podia


Eu podia ter saído por aí falando pra todo mundo quem você se tornou.
Eu podia sair por ai dizendo o quão babaca você foi comigo. 
Eu podia acabar com a "magia" Que a minha mãe, tem por você. 
Eu podia ter te bloqueado em todas as redes sociais. 
Eu podia ter te xingado até ver -ou tentar- fazer essa dor sumir.
Eu podia ter dito eu te amo, quando em silencio, você me aquecia naquela noite fria. 
Eu podia ter sido menos ciumenta. 
Eu podia ter sido menos pegajosa. Eu podia, ter sido "menos", muitas coisas.

Por isso, de todas as coisas que eu podia ter falado, digo isto:
Enquanto deu, você foi tudo que eu achei que era. 
Enquanto deu, você me aguentou e segurou as pontas. Aguentou minhas crises de tpm, carência e saudade.
 Enquanto deu-você foi- e é tudo que quero guardar. Todos os momentos bons que eu tentei retribuir o que sentia. Desculpa não ter sido na certa, o que você queria. 
Eu tenho certeza que no tempo que fiquei em tua vida, eu lhe fiz feliz e isso -de certa forma- me basta. 
É só isso. Sem mais conversas, reclamações. Sem mais nada.

Porque eu podia, te juro. Podia. Mas já não posso. Já não dá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi!♥
Comente sempre! Seja um membro ativo!
Amo responder comentários!