23 outubro 2017

Mais uma carta, sem amor


Hoje eu percebi que ainda tenho pensado nele. Não com amor. Sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que o tempo finalmente passou. Não  é possível deletar 100% das pessoas que passam por nós. Ele me chamava de morena. Dizia que um dia, aos 19 eu seria um mulherão.

Ele estava certo. Anos depois do nosso fim, eu me tornei um mulherão. Mas um mulherão muito maior do que cê imaginaria. Hoje eu sei o que é amor próprio. Hoje eu não me permito aceitar coisas que me machucam.

As vezes eu sinto curiosidade de saber como cê anda. Se terminou o colegial. Se ainda ama vermelho. Se ainda fica vermelho. Mas não como quem ainda o ama. Porque eu o amei. mas hoje não mais.
Engraçado que quando a gente se machuca parece que não sabemos respirar. Cada pequena parte em você, dói. Respirar dói. Ter amado você branquelo, doeu tanto. E hoje você não passa de memorias.
Eu já fui a que tenta a todo custo apagar tudo. Eu já fui a que teve que ir embora. Eu já fui a que chorou incansáveis noites a fio. Eu já fui a que deseja do fundo do coração que alguém chegasse pra foder com você como cê conseguiu fazer comigo sem hesitar.

Dizem que o tempo cura as coisas. No fundo eu sempre quis duvidar disso. mas não é que havia razão?
Com o tempo eu fui parando de pensar em você. De olhar nossas fotos. Você não imagina mas eu consegui excluir nossas fotos do meu computador -e do coração- muito antes do que pensa. Eu esqueci seu numero. Não lembro mais sua comida favorita. Você ficou no passado e por mais que vira e mexe alguém me lembre você, já não dói. Faz tempo que deixei você ir.

E por que eu tô lhe escrevendo isso? Pra contar que novamente cada parte do meu corpo tá doendo e muito mais do que doeu quando foi com você. Que eu mal consigo respirar. Que não faz ideia do quão difícil tem sido levantar da cama.

Nunca mais o vi depois que foi embora.  Recordo-me que a ultima coisa que me escreveu foi "desejo que seja feliz" e olha, eu fui. Nunca mais nos escrevemos. Não tinha o que dizer. Ou havia? Ah, não sei responder as minhas próprias perguntas. Acho que no fundo sempre resta algo a ser dito. E que eu pretendo lhe dizer agora:

No fundo, eu já não odeio mais você. Eu já não sinto dor ao ouvir seu nome. Quando alguém me pergunta consigo até pronunciar sem sentir um pingo de nada. E isso é tão bom. Passei a desejar que suas escolhas tenham te tornado alguém muito melhor.
Que ter ido embora foi a melhor coisa que você poderia ter feito por mim. No fundo, eu ainda estou tentando novamente me encontrar. E percebi tentando escrever, que ainda não consigo transformar essa nova dor em palavras como fiz com você. Tô aqui costurando meu coração e aprendendo da forma mais dura, a alçar voo solo. Acho que, se torna-se a vê-lo, custaria a reconhecê-lo.

25 setembro 2017

Sobre a vida e essa necessidade de ser perfeito

Flavia Viana faz post após fim do casamento (Foto: Instagram / Reprodução)

Faz tempo que não venho aqui e escrevo um pouquinho pra vocês. E esse texto nasceu da necessidade extrema de falar. Mesmo que, pra ninguém ouvir.
Volta e meia, a gente se cobra demais. Eu me cobro demais. Meu corpo está pesando. E isso doí TANTO.

Talvez seja o momento, mas ultimamente eu ando pensando demais no que eu vou ser amanhã. E não ter certeza está me matando.
A gente cresce com a obrigação de ser alguém na vida. De ter um super emprego, um salario do caralho e o mais importante: construir uma família.
Eu queria conhecer uma unica pessoa que não esta a beira da depressão por se exigir demais pra agradar todo mundo. Onde foi parar a beleza e a delicia de ser quem se é? Eu não sei. E provavelmente, vocês também não.
Eu me pergunto se iremos mesmo "chegar lá". E se não der? O que vai ser de nós?

Eu mudei bastante. Nos últimos tempos passei por tanta coisa que só conseguir me manter viva, já é o bastante por agora. E o amanhã é tão subestimado.
Eu não quero sentir dor em cada pequena parte de mim. Eu não quero ter que ser quem não sou, pra agradar. Eu não quero mais esconder o que dói. Eu não quero mais ter que parecer bem.
Eu não estou bem. E eu não quero ajuda. Tá tudo parecendo uma corrida e eu estou ficando pra trás. Eu não consigo mais andar tão rápido.
O agora está me matando e eu não sei mais o que fazer. A vida já é estranha o suficiente e eu não preciso de uma dose a mais de ansiedade. Eu só preciso sentir o sol aquecer minha pele pela manhã. Saber que sou importante pra alguém e que não seja puro interesse. Eu só preciso abraçar novamente alguém que amo e me sentir segura. Eu só preciso saber que agora dói. Mas amanhã vai estar melhor.
Eu só preciso continuar viva. O resto eu descubro no caminho. Nunca lidei bem com roteiros.

15 setembro 2017

Como decorar o quarto de forma barata e estilosa!

Eai pessoal! Tudo numa boa?
 Ando pesquisando MUITO sobre decoração de quarto e já que meu quarto está em mudança também, nada mais justo que vir compartilhar com vocês esses achadinhos e dicas de como decorar gastando pouco (ou usando o que tem em casa)



1.Prateleiras

Quadros Apoiados em Prateleiras no Quarto                ideal para meu quarto 5 dicas práticas para decorar apartamentos pequenos

 Quem ai não concorda que fica super charmoso? Além de servir pra colocar objetos decorativos como livros, revistas, suculentas ( que por sinal são super fofas) é algo muito útil e que com certeza ocupa pouco espaço, o que é ótimo pra quem tem o quarto pequeno como o meu.

2.Quadros
      Pôsteres Gratuitos Para Baixar e Imprimir - Bora Decorar                                                                                                                                                                                 Mais
Além de remeter a personalidade no quarto, eles dão um super up. Seja com frases e ilustrações fofas como o a cima que são lá da chicfetti, ou mesmo fotos. Uma forma de economizar é: caso não queria comprar as molduras você pode usar adesivo preto nas bordas.

3. Almofadas e lençóis 

        Faça você mesma algumas almofadas divertidas. Almofada de unicórnio, almofada de cacto e almofada de nuvem.

       Roupas de cama coloridas são uma boa escolha para atribuir vida ao quarto de forma simples e rápida. O que acha de um pouco de amarelo para alegrar o ambiente?  . . Produtos similares: - Mesa Lateral Abrevitta III; - Colcha Dupla Face Queen Size Santista Piquet em Algodão; - Luminária Grig Preta.  #inspiração #moblybr #mobly #larmoblylar #lardocemobly #moblydoseujeito  #tendenciadecoração #home #inspiration #decor #decoration #homedecor #decoracao #inspiracao #homedecoration #casanova #instahome #homestyle #lardocelar #homesweethome #meuape #novamobly #newmobly

    Eu acredito que a nossa cama diz muito sobre nós. Eu por exemplo ando muito apaixonada por almofadas estilosas e jogos de cama amarelos ou florais. Eles dão uma super diferença na cama. Tornam o ambiente mais vivo. "há Talita mas jogos de cama são caros!" Não se você tiver um desconto! Haha
    O site Cupom Válido é um site de descontos (como o nome já diz) em varias lojas (e obviamente, de vários produtos, desde moveis a decoração) e o melhor: Online! Isso mesmo! Você além de receber na comodidade da sua casa, ganha um super desconto! A gente pira

O Cupom Válido te dá desconto em muitas, MAS MUITAS lojas! Hahaha ( quando conheci fiquei feliz feito criança! )
Não sei vocês, mas sempre que vou as compras na internet, fico caçando cupons de desconto por que quem não ama um descontinho né? ;) 
O site é de fácil navegação. Confiável e tem tudo explicadinho. Você vai clicar em "clique para ver cupom" e abrirá uma janela com o cupom ai basta copiar e ir usar feliz da vida!  
Rolando o site você vê todas as lojas e cadastrando o seu e-mail não perderá os melhores cupons!

Agora que a Talitinha aqui deu essa SUUUPER dica, vamos parar de desculpas e ir as compras economizando? <3 hahaha


Me conta se Já conhecia o site e se já usaram algum cupom.

Super beijoo e até amanhã!

23 março 2017

Coisas que queria -e devia- dizer a você





Eu finalmente voltei a escrever. Só hoje depois de um longo tempo eu voltei a escrever. Senti vontade de colocar no papel todo aquele aperto. E esse texto é para você. Porque eu precisava escrever. É como se a minha alma fosse arrancada de mim a cada palavra não dita. Esse texto é para dizer tudo que eu já quis lhe dizer e que talvez cê nem vá entender, mas é pra você.

Quero começar dizendo que eu já quis. Que eu pensei em você quando a dor estava enorme. Que eu escrevi incansáveis vezes o quanto doeu ou o quanto aquilo me machucava. E apaguei. Não te enviei. Talvez, você nunca entenda. Mas foi demais pra mim. Eu senti cada parte do meu corpo doer e você não estava aqui.
Mas mesmo assim eu sou imensamente grata por todas as vezes que cê segurou em minha mão e disse que não soltaria. Por mais que eu quisesse...

Eu já quis te dizer que por um tempo, eu quis não sentir abstinência de você. Que desejei que cada centímetro do meu corpo não sentisse tua falta. Que eu desejei que fosse apenas um pesadelo. Que novamente eu não estava sentindo aquilo. Não novamente...
Eu quis, sabe, ser muito forte. Respirar fundo, soltar devagar e agir como se não tivesse me machucado. Mas não deu. Certas feridas eu sei, vão doer. E muito.

Eu sinto tanto ódio de ter sido tão ingenua. Digo, com ela.

Passou. Ou tá passando. Droga, eu sei, ficamos segurando toda a tensão no ar fingindo que nada aconteceu. E não deu. Tudo deveria ser falado. E foi. A gente se machucou. Doeu e eu sei ainda vai doer por muito tempo. Mas eu já quis te dizer que vou continuar tentando acertar, por mais que vez ou outra eu caia novamente. Espero que ainda esteja lá pra segurar minha mão como sempre fez.

Eu já quis te dizer que eu amo essa nossa sintonia.  O mundo pode tá um caos, mas quando cê aparece, e me abraça, eu sinto o mundo parar. Como se nada mais importasse. Que ter ido aquela festa mesmo não estando afim, foi a minha melhor escolha. Te dizer que eu não quero ser a que vai embora. -Não desta vez-. E que quando precisar de espaço, que vá navegar e eu esperarei pacientemente e ainda saberei ser tua âncora. Que quando estou perto e olho em seus olhos eu sinto uma paz tão grande. E por um segundo é como se nada tivesse doído novamente.



Temos muito a aprender. E eu te amo pelas coisas que me faz sentir: na cama, no sofá ou no carro enquanto damos uma volta pela cidade num domingo à tarde, na vida.

21 agosto 2016

Dica: DEMAQUILANTE BIFÁSICO CASEIRO ❤

 -produto sem agitar-



Oi gente! Tudo bem com vocês? Comigo tá tudo ótimo!
O post de hoje é uma dica suuuuuper maravilhosa que precisava compartilhar com vocês: demaquilante caseiro!



Ingredientes

* 5 gotas de shampoo de bebê
(ou uma colher de chá)

* água filtrada

*álcool

*óleo corporal ou qualquer tipo de óleo

-Agitado-

Gente, pra fazer é simples: despeje em menos da metade do recipiente, o álcool. Coloque uma tampinha de água. Cinco gotas de shampoo de bebê e por último o óleo corporal. Coloque até o inicio do recipiente que estiver usando pra armazenar. Eu usei o óleo de amêndoas da Muriel mas pode ser óleo de coco, azeite de oliva, etc... Depois é só tampar, agitar toda vez que for usar -obviamente- e pronto <3 hahaha

Super fácil né? Suuuuper amei o resultado e removeu até o rímel da maybelline! ❤

Já testou? O que achou? Me conta!